Primeiros dentes, o que fazer para amenizar a irritação e desconforto do bebê?

Acompanhe as dicas do Dentista Marcelo Sarra Falsi. Especialista e professor-coordenador do Instituto CIOB, centro de desenvolvimento de pesquisa aplicada à saúde bucal:

 

1 – Em que idade, aproximadamente, surgem os primeiros dentes em uma criança?

 

A dentição decídua ou dentes de leite surgem, aproximadamente, com até 6 meses de idade. Existem, porém, alguns eventos raros de recém-nascidos que já nascem com dentes. Eles são conhecidos como neo-natais, que em 95% dos casos são normais, e exigem somente um cuidado maior por parte da mãe em relação a higienização e amamentação.

 

2 – Como identificar que os dentes estão despontando?

 

Bem no início fica dificultoso para a mãe identificar se os dentinhos estão surgindo ou não, pois eles não aparecem de forma imediata, mas sim de maneira lenta e gradual. Alguns sinais, no entanto, podem contribuir para a identificação, como: o aumento excessivo da salivação, o aumento da temperatura do corpo – levando, inclusive, a um estado febrio –, irritabilidade do bebê e disfunção intestinal.

 

Dentista Marcelo Sarra Falsi

Dentista Marcelo Sarra Falsi

3 – Quais dicas o senhor pode passar para mães que querem estimular a dentição?

 

Por ser um processo fisiológico, a erupção dos dentes deverá ser diretamente associada e estimulada pela AMAMENTAÇÃO. Quando a criança é amamentada, além de alimentada, também está fazendo um exercício físico importante para o desenvolvimento dos ossos e musculatura bucal.

 

Ao nascer, o bebê tem a mandíbula inferior muito pequena. O equilíbrio com a maxila superior é alcançado através do estímulo da sucção do peito. Sendo assim, toda a musculatura bucal se desenvolve promovendo o crescimento ósseo mais adequado, o que resultará em um melhor alinhamento da dentição e – consequentemente – a promoção de um corredor que chamamos de “erupção”. Quanto mais adequado esse corredor está, melhor será a erupção (nascimento) dos dentes, e menor a chance do uso de aparelhos ortodônticos.

 

 

4 – Quais cuidados deve se ter ao observar o nascimento dos primeiros dentes?

 

Como cuidado primordial, devemos observar principalmente as questões de higiene oral, antes mesmo da erupção dos dentes. Essa higienização deverá ser feita com água filtrada, embebida em uma gaze. E após a erupção, com uma escova macia específica para bebês, pois é muito comum as mães se assustarem com alterações de cores no esmalte, principalmente na região superior, onde o acúmulo de placa bacteriana é maior, devido muitas vezes à dificuldade de higienização.


5 – Quais são suas dicas para amenizar o desconforto de bebês?

 

A erupção dos dentes na fase oral é um momento extremamente complicado e desconfortável. Além disso, cada bebê tem uma passagem diferente, ou seja, mais branda ou menos branda.

 

Quando notar o desconforto, opte sempre antes de qualquer terapia com medicamentos por mordedores que possam ser levados à geladeira, pois o frio irá diminuir o processo inflamatório localizado. Evite medicamentos tópicos ou pastas a base de Xylocaína. E caso seja necessário o uso de medicamentos, consulte sempre seu dentista ou odontopediatra.

 cuidados-dentes-bebes6 – Gengivas sangrando podem ser problemas?

 

No nascimento do dente é comum durante esse processo, quando pequenos sangramentos surgem como, por exemplo, no ato de escovar os dentes.

Esse problema, porém, não pode persistir após a erupção dentária, sendo que neste caso o acompanhamento profissional se faz necessário.

 

7 – E quando é hora de visitar um dentista?

 

A hora de visitar um cirurgião dentista ocorre antes mesmo do nascimento do bebê, ou seja, como no pediatra, a visita ao dentista é tão importante quanto, pois detalhadamente será explicado como deverá atuar frente a essa fase tão importante e cheia de dúvidas, que farão parte do desenvolvimento infantil. Esse hábito preventivo é muito importante para a promoção da saúde bucal das crianças, e que com certeza trará somente benefícios ao longo da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *