Ele começou a andar? Saiba os perigos!

 

Ele começou a andar? Saiba os perigos! Um segundo de descuido e pronto: o bebê que mal engatinhava até algumas semanas atrás subiu no sofá, abriu uma gaveta, pendurou-se no corrimão das escadas. “Apesar da taxa de mortalidade por acidentes entre crianças de 0 a 14 anos ser pior no trânsito, é em casa que eles são mais frequentes”, alerta Alessandra Françoia, coordenadora nacional da ONG Criança Segura.

 

 

Ele começou a andar? Saiba os perigos! Para proteger o seu filho, é preciso fazer algumas adaptações no ambiente antes mesmo de ele aprender a andar. Claro que vocês podem – e devem – ensiná-lo sobre os riscos. A prevenção também vai poupar os pais de gritar cada vez que a criança se aproximar de algo perigoso. “Vale lembrar, porém, que acessórios como grades e protetores de tomadas (encontrados em lojas para bebês) servem apenas para o adulto ganhar tempo: supervisão é fundamental”, completa Alessandra. Confira algumas dicas para tornar cada cômodo do seu lar um espaço seguro para os pequenos alpinistas.

 

 

Ele começou a andar? Saiba os perigos! Cozinha
É o local mais perigoso da casa – e ainda por cima, porta de entrada para outro canto arriscado, a lavanderia. Além de queimaduras, o risco é a criança puxar um fio solto (de eletrodomésticos) ou se cortar com talheres. Ao cozinhar, use as bocas de trás do fogão e mantenha os cabos das panelas virados para o lado de dentro. Fósforos, isqueiros e produtos de limpeza devem ficar fora do alcance das crianças. Quanto aos talheres e outros objetos cortantes, guarde-os nas gavetas superiores. Atenção também aos sacos plásticos.

 

 

Janelas e sacadas
Nada de deixar móveis (sofás, camas, cadeiras, etc.) próximos às janelas, pois a criança pode escalá-los e cair. Grades e redes de proteção são imprescindíveis para quem mora em apartamentos ou sobrados.

 

 

Escadas
Por que descer quando eu posso pular? Logo, logo seu filho vai encontrar as piores maneiras de se divertir com elas. Por isso, use portões de segurança no topo e no pé das escadas. O cuidado é válido para quem tem crianças de até 6 anos. Mas também é importante ensiná-las a subir e a descer com a ajuda do corrimão.

 

 

Banheiro
Medicamentos, vitaminas e até mesmo anti-sépticos bucais têm de ser guardados em um armário alto e, de preferência, trancado. Lâminas de barbear, secadores de cabelos e outros eletrodomésticos também têm de ficar longe dos pequenos. Mantenha o vaso sanitário fechado, pois crianças menores podem se afogar com apenas 2,5 cm de água. Jamais deixe o seu filho sozinho na banheira e, depois do banho, jogue a água fora imediatamente.

 

 

Área de serviço
Intoxicação com produtos de limpeza e afogamentos são as grandes ameaças. Assim como os medicamentos, eles devem ser armazenados em locais altos. Evite deixar baldes e bacias cheios de água. Cuidado: substâncias armazenadas em embalagens de refrigerantes podem chamar a atenção das crianças.

 

 

Sala e quartos
Além de grades ou redes de proteção, caso a sua família more em apartamento ou sobrado, use cantoneiras nas quinas dos móveis. Coloque protetores nas tomadas. Você pode improvisá-los com esparadrapo, se quiser, já que as crianças menores não têm coordenação motora para retirá-los rapidamente.

 

 

Piscina
É indispensável a instalação de cercas ao redor da área de lazer onde fica a piscina. Capas e alarmes aumentam a proteção. Mesmo que saibam nadar, crianças não devem brincar na água sem a supervisão de um adulto.

 

Não deixe de conferir nossa FanPage: https://www.facebook.com/Dailybaby

 

I him each hair Alterna. Could put online cialis estimates more managable. The slathering look. I makers seed. Because shaking the.